domingo, 3 de abril de 2016

[Actualidade - Palmela] 22ª Edição do Festival Queijo, Pão e Vinho celebrou produtos regionais de Palmela

Moscatel "Lobo Mau"

Sexta-feira passada, e até este Domingo [dia 03 de Abril de 2016] decorreu em S. Gonçalo, Cabanas, na Quinta do Anjo, Concelho de Palmela a 22ª  Edição do Festival do Queijo, Pão e Vinho, promovida pela ARCOLSA.

Como vem sendo hábito, trata-se de um local de excelência para dar a conhecer os excelentes produtos regionais produzidos na região de Palmela, de que são exemplo o excelente Queijo de Azeitão, vinhos de variadas castas e com diferentes processos de maturação, sendo um dos ex-libris o Moscatel de Setúbal, e ainda o pão e alguma doçaria regional. Os diversos expositores permitem aos produtores locais o contacto directo com o muito público que ali acode para contactar bem de perto com o mundo rural e com os processos produtivos mais tradicionais que acabam por integrar, por direito próprio, a identidade desta região da Península de Setúbal.

Gado Ovino em Exposição no Certame
Além dos produtos expostos, e que podem ser adquiridos directamente junto dos produtores com preços bem mais apetecíveis do que aqueles que resultam do processo de distribuição ao nível nacional, é também um dos pontos altos deste festival a tradicional Corrida de Ovelhas no "Ovelhodromo", que atrai, naturalmente, a atenção de miúdos e graúdos, bem como demonstrações equestres, e demonstrações de tosquia de gado ovino.

Na cerimónia de abertura do certame estiveram presentes diversas individualidades, nomeadamente, o representante da ARCOLSA; Valentim Pinto - Presidente da Junta de Freguesia da Quinta do Anjo; a Senhora Directora Regional da Agricultura e Pescas de Lisboa e Vale do Tejo [que traçou o quadro dos investimentos locais pendentes e a desenvolver, nomeadamente, anunciando para breve a abertura de candidaturas a pequenos investidores em projectos agrícolas]; Adília Candeias - Vice-Presidente da Câmara Municipal de Palmela, em representação do Município, na ausência do Presidente do Município - Álvaro Balseiro Amaro, que se encontrava ausente em representação do Município e do País na Assembleia-Geral da Rede Europeia de Cidades do Vinho.

Este tipo de iniciativas constitui um importante contributo para divulgar os produtos locais, e a natural evolução que os mesmos vão sofrendo, sempre sem esquecer a tradição que, assim, se mantém bem viva.

Texto: Isabel de Almeida

Fotos: Pedro Carvalho/Nova Gazeta

Sem comentários:

Enviar um comentário