segunda-feira, 16 de maio de 2016

[Período de Descontos] Benfica é tricampeão!

Texto: Pedro Ferreira de Carvalho

Foto: Direitos Reservados



O Benfica confirmou na última jornada o que todos os benfiquistas esperavam desde a 25ª jornada, quando as águias ganhando o derby de Alvalade, passaram para a liderança da liga, para não mais a perder. Rui Vitória e Jorge Jesus, nessa altura vaticinaram algo que não veio a acontecer: que ainda seriam perdidos pontos até final, algo que não aconteceu de parte a parte.

DESTAQUE:

O Benfica recebia o Nacional da Madeira e o Sporting deslocava-se a Braga. Para o Sporting não bastava ganhar. Para o Benfica bastava o Sporting não ganhar. Mas os dois conjuntos de Lisboa mostraram com os resultados obtidos nesta última jornada aquilo que foi este campeonato. Um domínio bastante vincado das duas melhores equipas portuguesas da actualidade, que foram, de longe, bastante superiores aos demais adversários.

O Sporting ainda teve o título “na mão” (ainda que por apenas 3 minutos) quando marcou o primeiro golo na pedreira, aos 20 minutos, por Teo Gutiérrez, mas logo depois, Nico Gaitán marcava também na Luz, perante o Nacional. Nessa altura, o Braga ficava reduzido a 10 unidades, após expulsão de Arghus, por falta sobre William à entrada da área. Numa decisão pouco vulgar no nosso futebol, mas muito salutar, o árbitro que numa primeira análise tinha apontado a marca da grande penalidade, após conferenciar com o árbitro assistente, aparentemente melhor colocado, rectificou o seu juízo, marcando livre à entrada da área. Ainda antes do intervalo, o Sporting (por Slimani) e o Benfica (por Jonas) ampliaram as respectivas vantagens.

Intervalo nas duas partidas, com o Benfica a 45 minutos da revalidação do título nacional.
No segundo tempo, tudo practicamente a papel químico do primeiro. Nico Gaitán a elevar para 3-0, com Bryan Ruiz a fazer o mesmo, minutos depois. Aliás, o costa-riquenho viria a bisar minutos depois, fazendo o resultado final de 4-0 em Braga. Na Luz, até final, um golo para cada lado, com Pizzi a facturar para o Benfica e com Salvador Agra a marcar o golo de honra. Resultado final de 4-1 na Luz.

Final da Liga, com o Benfica a alcançar o tricampeonato que lhe fugia há 39 anos. Para o ano, incentivo adicional de partir com a ambição de poder conquistar um tetra-campeonato, feito apenas alcançado pelos rivais Sporting – em 1953-54 – e por FC Porto – em 1997-98 (alcançando na época seguinte o penta) e em 2012-13.

O Sporting acaba o campeonato em segundo lugar, alcançando o record de pontos (86) que estava na posse do FC Porto de 2002-03. No entanto tal noi foi suficiente para se sagrar campeão, pois o Benfica de Rui Vitória fez mais 2 pontos, alcançando novo record de pontos na liga com 18 clubes.

LIGA NOS:

A jornada começou no sábado, a horas pouco comuns, mas que provavelmente já na próxima época começarão a ser mais frequentes. Foi pelas 11:45 que o FC Porto dava início à despedida de uma Liga que não quererá decerto repetir. Apesar da vitória folgada por 4-0 perante o Boavista, os dragões acabam em terceiro, a 13 pontos do Sporting e a 15 do campeão Benfica.

Independentemente dos resultados desta jornada, o Braga já tinha garantido o quarto posto e o Arouca já tinha alcançado na semana anterior o acesso à Liga Europa da próxima época.

A Académica de Coimbra foi a primeira equipa a ser despromovida, na penúltima jornada, pelo que, para além da questão do título, havia apenas dois lugares por decidir. O último lugar europeu e o outro despromovido. Curiosamente, ambas as equipas que ocuparam estas posições acabaram por se defrontar. O União da Madeira recebeu e perdeu 2-1 com o Rio Ave, com os vila-condenses a carimbar o acesso europeu, deixando de fora o Paços de Ferreira e o Estoril Praia. Por seu lado, o União da Madeira acabou por não conseguir a manutenção, ao contrário de Vitória de Setúbal e Tondela que escaparam na recta final.

Classificação:
1º Benfica – 88 pts (Liga dos Campeões – fase de grupos)
2º Sporting – 86 pts (Liga dos Campeões – fase de grupos)
3º FC Porto – 73 pts (Liga dos Campeões – play-off)
4º Braga – 58 pts (Liga Europa – fase de grupos)
5º Arouca – 54 pts (Liga Europa – 3ª pré-eliminatória)
6º Rio Ave – 50 pts (Liga Europa – 3ª pré-eliminatória)
17º U. Madeira – 29 pts (despromovido à 2ª Liga)
18º FC Porto – 25 pts (despromovido à 2ª Liga)

Melhor Marcador:
1º Jonas – 32 golos (Benfica)
2º Slimani – 27 golos (Sporting)
3º Mitroglou – 20 golos (Benfica)

Sobem à primeira liga na próxima época: Desportivo de Chaves e Feirense

EUROPA:

ESPANHA – Um desfecho semelhante ao da liga portuguesa. Barcelona em primeiro lugar, com o Real Madrid a um ponto de distância. Ambos triunfaram na ronda final, com os catalães a revalidar o título nacional. Ronaldo bisou no triunfo dos merengues na Corunha, perante o Deportivo, mas o Barça ganhou em Granada, com hat-trick de Luis Suárez, que garante assim a Bota de Ouro.

Classificação:

1º Barcelona – 91 pts (Liga dos Campeões – fase de grupos)
2º Real Madrid – 90 pts (Liga dos Campeões – fase de grupos)
3º Atlético Madrid – 88 pts (Liga dos Campeões – fase de grupos)
4º Villarreal – 64 pts (Liga dos Campeões – play-off)
5º Athletic Bilbao – 62 pts (Liga Europa – fase de grupos)
6º Celta de Vigo – 60 pts (Liga Europa – 3ª pré-eliminatória)
18º Rayo Vallecano – 38 pts (despromovido à 2ª Liga)
19º Getafe – 36 pts (despromovido à 2ª Liga)
20º Levante – 32 pts (despromovido à 2ª Liga)

Melhor Marcador:

1º Luis Suárez – 40 golos (Barcelona)
2º C. Ronaldo – 35 golos (Sporting)
3º Lionel Messi – 26 golos (Barcelona)

INGLATERRA – Vitória histórica do Leicester City, no meio dos concorrentes milionários.

Classificação:
1º Leicester City – 81 pts (Liga dos Campeões – fase de grupos)
2º Arsenal – 71 pts (Liga dos Campeões – fase de grupos)
3º Tottenham – 70 pts (Liga dos Campeões – fase de grupos)
4º Manchester City – 66 pts (Liga dos Campeões – play-off)
5º Southampton – 63 pts (Liga Europa – posição por decidir)
6º Man. United – 63 pts (-1 jogo) (Liga Europa – posição por decidir)
18º Newcastle – 37 pts (despromovido à 2ª Liga)
19º Norwich – 34 pts (despromovido à 2ª Liga)
20º Aston Villa – 17 pts (despromovido à 2ª Liga)

Melhor Marcador:

1º Harry Kane – 25 golos (Tottenham)
2º Kun Agüero – 24 golos (Manchester City)
3º Jamie Vardy – 24 golos (Leicester)

ITÁLIA – A Juventus sagra-se penta-campeã.

Classificação:
1º Juventus – 91 pts (Liga dos Campeões – fase de grupos)
2º Napoli – 82 pts (Liga dos Campeões – fase de grupos)
3º Roma – 80 pts (Liga dos Campeões – play-off)
4º Inter – 67 pts (Liga Europa – fase de grupos)
5º Fiorentina – 64 pts (Liga Europa – 3ª pré-eliminatória)
18º Carpi – 38 pts (despromovido à 2ª Liga)
19º Frosinone – 31 pts (despromovido à 2ª Liga)
20º Hellas Verona – 28 pts (despromovido à 2ª Liga)

Melhor Marcador:

1º Higuaín – 36 golos (Napoli)
2º Paulo Dybala – 19 golos (Juventus)
3º Carlos Bacca – 18 golos (Milan)

ALEMANHA – O Bayern Munique alcançou o tetra-campeonato.

Classificação:

1º Bayern – 88 pts (Liga dos Campeões – fase de grupos)
2º Dortmund – 78 pts (Liga dos Campeões – fase de grupos)
3º Leverkusen – 60 pts (Liga dos Campeões – fase de grupos)
4º M’gladbach – 55 pts (Liga dos Campeões – play-off)
5º Schalke 04 – 52 pts (Liga Europa – fase de grupos)
6º Mainz – 50 pts (Liga Europa – fase de grupos)
7º Hertha – 50 pts (Liga Europa – 3ª pré-eliminatória)
16º Frankfurt – 36 pts (play-off despromoção)
17º Stuttgart – 33 pts (despromovido à 2ª Liga)
18º Hannover 96 – 25 pts (despromovido à 2ª Liga)

Melhor Marcador:

1º Lewandowski – 30 golos (Bayern)
2º Aubameyang – 25 golos (Dortmund)
3º Müller – 20 golos (Bayern)

FRANÇA – Há muito encontrado o campeão gaulês, o PSG ganha o 4º campeonato seguido.

Classificação:

1º Paris SG – 96 pts (Liga dos Campeões – fase de grupos)
2º Lyon – 65 pts (Liga dos Campeões – fase de grupos)
3º Monaco – 65 pts (Liga dos Campeões – 3ª pré-eliminatória)
4º Nice – 63 pts (Liga Europa – 3ª pré-eliminatória)
5º Lille – 60 pts (Liga Europa – 3ª pré-eliminatória)
18º Stade Reims – 39 pts (despromovido à 2ª Liga)
19º GFC Ajaccio – 37 pts (despromovido à 2ª Liga)
20º Troyes – 18 pts (despromovido à 2ª Liga)

Melhor Marcador:

1º Ibrahimovic – 36 golos (Paris SG)
2º Lacazette – 21 golos (Lyon)
3º Cavani – 19 golos (Paris SG)

PRÓXIMOS ENCONTROS:

Terminadas as ligas nacionais, venham as finais das taças, incluindo as europeias:

18-05-2016 19:45 – Liverpool – Sevilha (Liga Europa)
20-05-2016 19:45 – Marítimo – Benfica (Taça da Liga – Portugal)
21-05-2016 15:00 – Crystal Palace – Man. United (FA Cup – Inglaterra)
21-05-2016 19:00 – Bayern – Dortmund (DFB Pokal – Alemanha)
21-05-2016 19:45 – Milan – Juventus (TIM Cup – Itália)
21-05-2016 20:00 – Marseille – Paris SG (Coupe de France)
22-05-2016 17:15 – Braga – FC Porto (Taça de Portugal)
22-05-2016 20:30 – Barcelona – Sevilha (Copa del Rey – Espanha)
28-05-2016 19:45 – Real Madrid – Atlético Madrid (Liga dos Campeões)

Sem comentários:

Enviar um comentário