quarta-feira, 23 de novembro de 2016

[Actualidade] Autor Brandon Sanderson esteve em Portugal



Texto e Fotos: Madalena Condado, com Jornal Nova Gazeta & Diário do Distrito | Direitos Reservados


Brandon Sanderson é um escritor americano de fantasia. Um homem com cara de miúdo e uma escrita que nos consegue transportar para outros mundos onde tudo é possível. E consegue faze-lo com aquela facilidade com que só os grandes escritores sabem. 

Foi isso que no passado dia 07 de novembro na FNAC do Colombo tanto eu como todos aqueles que ali se encontravam, e eram muitos, tivemos o privilégio de lhe transmitir ao ouvi-lo falar sobre o seu trabalho e planos futuros.

Entrou acompanhado do seu editor numa sala completa com os seus leitores e alguns curiosos, mas foi somente quando levantou o braço para saudar os presentes que o público lhe respondeu com uma salva de palmas ensurdecedora.



Deu-nos a oportunidade de o ficarmos a conhecer um pouco melhor nesta sua curta passagem pelo nosso país, sabemos que se considera um “nerd”, que ficou viciado na leitura quando uma sua professora lhe deu um livro de fantasia para ler, livro esse que conserva até hoje em local de destaque. Faz muita pesquisa para todos os seus livros e que antes de os enviar para publicação os dá a ler em entendidos nas diversas matérias que estes abordem, tendo sempre em conta as suas opiniões. 

Utiliza um bloco de notas onde coloca os nomes de todos os seus personagens na medida em que estes já ultrapassam os 2000. Escreve vários livros ao mesmo tempo. Ocupa o tempo em que autografa os livros que a sua editora inglesa lhe envia para ir ouvindo livros áudio. Ficámos ainda a saber que a ideia para escrever Steal Heart lhe surgiu quando se deslocava para uma sessão de autógrafos, no preciso momento em que um carro parou à sua frente impedindo a sua passagem e passo a citar o que disse na altura: “People in front of me you’re very luck I don’t have superpowers” (tu aí à minha frente tens muita sorte que eu não tenha superpoderes).

Recebe frequentemente ameaças de morte quando destrói uma personagem. Garantiu-nos, contudo, que durante o dia que passou em território nacional escreveu algumas páginas do próximo livro. E sabendo como Portugal pode ser inspirador acredito que em breve nos possa surpreender com um livro ou pelo menos algumas páginas cuja acção se desenrole por aqui.

Em hora de despedida julgo que é merecido um agradecimento especial à sua editora portuguesa a Saída de Emergência, por apostar forte na divulgação dos seus escritores e da literatura em geral.



Convido-vos a visitarem a página de Brandon Sanderson bem como a da Saída de Emergência para que possam ficar a conhecê-lo melhor e desafio-vos a adquirirem um dos seus livros e começarem desde hoje a lê-lo, acredito que vos surpreenderá.

Sem comentários:

Enviar um comentário